CORONAVÍRUS (COVID-19)
Disk CIEVS

SAÚDEMunicípio disponibiliza 70 leitos para pacientes durante a pandemia

29/Jun/2020 - 15:19

A Capital também registra aumento nos atendimentos da atenção especializada e de urgência e emergência


A prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), aumentou a capacidade instalada das unidades de atenção especializada e de urgência e emergência para atendimento aos casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19). Ao todo, o município dispõe de 70 leitos pré-hospitalares.

A UPA Sul se transformou em unidade referência para acolhimento de pacientes suspeitos de Covid-19 que apresentam quadro moderado e grave da doença. A unidade absorve a maioria dos atendimentos encaminhados pelo Call Center. Para isso, dispõe de 14 leitos moderados, mais quatro de estabilização (semi-intensivo) para pacientes com Covid-19 e outros quatro leitos para outras enfermidades ou urgências. Dos 22 leitos instalados, oito estão equipados com respiradores pulmonares para tratar pacientes com insuficiência respiratória.

A UPA Leste conta agora com 19 leitos no total, sendo quatro de isolamento, quatro leitos de estabilização (semi-intensivo), cinco clínicos e seis de suporte para casos suspeitos do novo coronavírus. A unidade também dispõe de oito respiradores pulmonares para suporte ao atendimento.

A recém-inaugurada UPA em Jaci-Paraná oferece dez leitos equipados com três respiradores, sendo dois para emergências, sete de observação e um de isolamento. A unidade iniciou sua operação no último dia 22 de junho e vem dando suporte no acolhimento da população de todos os distritos da BR-364 compreendendo a região da Ponta do Abunã.

Outros 12 leitos equipados com três respiradores pulmonares estão disponíveis na unidade de Pronto Atendimento Ana Adelaide. E no José Adelino mais sete leitos com um equipamento de respirador.

Os dois ambulatórios de referência implantados para o primeiro atendimento também foram equipados com leitos de observação. O CEM dispõe de dois leitos com um respirador pulmonar e mais dois no recém-inaugurado Manoel Amorim de Matos.

Aumento de Atendimentos

Com a evolução da pandemia e o aumento no número de casos, houve também uma grande procura por atendimento médico, que no município de Porto Velho se inicia pelo Call Center, através do número 0800 647 5225. O sistema de teleconsultas recebeu, até o dia 27 de junho, 52.161 mil chamadas tendo realizado mais de 41 mil teleatendimentos médicos.

O ambulatório de Covid-19 do CEM atendeu em abril 768 pacientes, em maio foram 3.498 e em junho 4.638 até o dia 19. No Manoel Amorim, desde a inauguração no dia 16 até 24 de junho, foram 891 atendimentos.

Na UPA Leste, os atendimentos totais em maio somaram 8.200, sendo 404 pacientes suspeitos ou confirmados para coronavírus. Em junho, até o dia 24, dos 4.692 atendimentos 650 foram relacionados a Covid-19.

A UPA Sul totalizou em maio 5.077 atendimentos, desse total, 2.524 foram para pessoas com suspeitas ou confirmação do coronavírus. Em junho, até o dia 24, dos 4.310 atendimentos totais, 4.263 foram relacionados a Covid-19.

A unidade Ana Adelaide atendeu, somente até o dia 19 de junho, 903 pacientes com sintomas da doença, outros 331 receberam acolhimento no José Adelino no mesmo período.

A secretária titular da Semusa, Eliana Pasini, enfatiza que “toda a secretaria vem se empenhando muito para melhorar, a cada dia, a estrutura de saúde do município e assim garantir maior acesso da população aos serviços”.

Para o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, todos os esforços estão sendo canalizados para o enfrentamento da pandemia. “Estamos fortalecendo toda a assistência em saúde desde o início da pandemia. Ampliamos os leitos, contratamos mais profissionais, abrimos novas unidades, conquistamos respiradores, compramos equipamentos hospitalares e de proteção individual, entre tantas outras ações. Temos nos dedicado integralmente para cuidar da população”.

Comdecom

logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho