QUEIMADASPrefeitura lança campanha de esclarecimento público

17/05/2017 10:40:06

Todos os anos, incêndios urbanos e florestais causam imensuráveis prejuízos à população

Com a chegada do período de estiagem (junho a novembro) as queimadas são motivos de enorme preocupação para o município de Porto Velho e para todo o Estado de Rondônia. Devido as características do tempo e do clima da região, é neste período que a quantidade de queimadas aumenta. Para combater essa prática, a Prefeitura lança no dia 23, a campanha municipal contra as queimadas urbanas e rurais.

Entre os principais problemas ocasionados por este crime ambiental estão os prejuízos ao solo, as plantas, aos animais e a saúde humana. Todos os anos os incêndios urbanos e florestais causam imensuráveis prejuízos a à população.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apontam que durante o período de 1º de junho de 2016 a 31 de outubro de 2016, foram registrados em Rondônia 125.572 focos de calor, sendo que somente Porto Velho foram 40.923 destes focos, o que representa aproximadamente 33% do total registrado em todo o Estado.

Os números são preocupantes. Foram 378 focos em junho, 5.643 focos em julho, 17.987 focos em agosto, 13.031 em setembro e 3.884 em outubro.

"É importante trabalharmos de forma preventiva e orientativa, unirmos esforços entre órgãos públicos, empresas e principalmente com a população. A partir de junho, em poucos instantes, qualquer foco de fogo pode se tornar descontrolado e avançar sobre a vegetação ressequida, seja na zona urbana ou na rural, destruindo a proteção do solo, eliminando plantas e árvores, causando a morte de animais e principalmente causando danos a saúde da população que lota os postos de saúde em busca de nebulização e tratamento para infecções do sistema respiratório, asma, conjuntivite, bronquite, irritação dos olhos e garganta, tosse, falta de ar, nariz entupido, vermelhidão e alergia na pele, e desordens cardiovasculares", alerta Damasceno.

Segundo dados da Secretaria de Meio Ambiente, o bairro Nacional foi o que mais queimou nos últimos anos, por isso será fortalecida a campanha de limpeza primeiramente naquele bairro.

A campanha de prevenção utilizará imagens fortes de queimadas para promover a conscientização da população. Espera-se que com a veiculação dos vídeos e áudios, mais os mutirões de limpeza nos bairros e a visita dos agentes ambientais levando informação, posa haver redução nos focos de queimadas.

Texto e fotos Comdecom